O DESIGN URUGUAIO É ELOGIADO PELA IMPRENSA INTERNACIONAL

Data de publicação: 14/09/2018

Estúdios uruguaios apresentaram suas obras em duas amostras realizadas no quadro do Festival de Design de Londres.

Uruguay XXI apoiou e acompanhou as amostras que designers uruguaios realizaram no Festival de Design de Londres, onde foram feitas duas exposições. No dia 17 de setembro, no Aram Gallery, foi apresentada a exposição "Hilos Invisibles" (Fios invisíveis), que irá até finais de outubro. Trata-se de uma amostra inspirada na obra do arquiteto Julio Vilamajó. Enquanto isso, "Uruguay, A Natural Collective" foi apresentado na maior feira de design de interiores de Londres, Designjunction, desde o dia 20 até o dia 23 de setembro.

A mídia britânica e do mundo todo demonstrou interesse por estas obras e as elogiaram nas suas publicações. Azure Magazine destacou a amostra "Hilos invisibles" (Fios invisíveis) como uma das sete amostras "imperdíveis" do Festival de Design de Londres de 2018.

"O designer uruguaio, radicado em Londres, Matteo Fogale, convidou sete estúdios da sua cidade natal, Montevidéu, para criarem peças inspiradas nos desenhos de Julio Vilamajó Echaniz, o arquiteto modernista mais famoso do Uruguai. O resultado é uma coleção surpreendentemente coesiva de móveis, iluminação e acessórios para a casa que traz uma nova proposta imaginativa do trabalho de Vilamajó através da lente de cada designer", destacou a publicação.

A revista online Dezeen, de sua parte, assinalou que "essa amostra irá apresentar sete peças do mobiliário desenhadas em colaboração com estúdios de Montevidéu (...) Matteo Fogale explorou nos arquivos dos carpinteiros que fabricaram os móveis de Vilamajó para se inspirar, e junto a eles irá expor suas fotografias e desenhos originais dos mesmos. Também será exibido material de pesquisa e arquivo, incluindo detalhes sobre a casa que o arquiteto construir para si mesmo em 1930, procedente dos arquivos da Faculdade de Arquitetura de Montevidéu".

Além disso, o sitie especializado em design Sight Unseen publicou um artigo expressando a oportunidade que se abre com essas amostras para conhecer novos talentos de um país que ainda não foi muito explorado pelo mercado britânico.

As publicações Falstaff e Damn Magazine também realizaram uma resenha do que será apresentado, enquanto Frame web convidou a "não perder a pegada" do que o Uruguai exiba no Festival de Design de Londres e aprofundou em uma entrevista com Fogale sobre as características das peças expostas e o design no Uruguai, que é possível ler aqui

Os estúdios que participarão de "Hilos invisibles" (Fios invisíveis) são Estudio Diario, Menini-Nicola, Carolina Palombo Píriz, Claudio Sibille, Muar, CLARO e Rafael Antía. Sámago, Estudio Tosca e Izzi Design participarão também da Designjunction.

Estas amostras de design, que têm como objetivo garantir o espaço permanente do Uruguai no cenário mundial do design, são possíveis graças ao apoio e trabalho coordenado da Embaixada do Uruguai em Londres, a organização da Câmara de Design do Uruguai (CDU), o British Council, o "Museu Casa Vilamajó - Faculdade de Arquitetura, Design e Urbanismo da Universidade da República" e Uruguay XXI.


retorna

  • partilhar