O Uruguai exporta serviços de arquitetura

Estudio ESE, Tatú Arquitectura e Timb contaram sua experiência exportadora e como conseguiram abrir o seu espaço nos mercados estrangeiros.

ESTUDIO ESE

Exportar apostando à qualidade, à tecnologia e ao capital humano

Estudio ESE nasceu em 2014 e desde o início nos propusemos focar na exportação de serviços BIM (Building Information Modeling). Na atualidade, a nossa empresa de Arquitetura e VDC (Virtual Design and Construction) já desenvolveu mais de um milhão de metros quadrados, conseguiu trabalhar com empresas de arquitetura, engenharia e construtoras dos Estados Unidos, além de participar em projetos complexos, principalmente residenciais e de hoteis em 28 cidades de mais de 10 países.

Essas conquistas foram possíveis graças a uma cuidadosa estratégia de internacionalização baseada no ingresso a novos mercados através de partners e da geração de alianças estratégicas com agentes comerciais que realizam a busca, a aproximação e a concreção dos projetos.

Os partners são uma peça importante para escalar em novos mercados pela experiência, os contatos e o know how que fornecem. Além disso permitem manter os custos de infraestrutura reduzidos, um aspecto fundamental nos inícios de um empreendimento, e facilitam o ingresso a cada país pela sua natural afinidade cultural.

O apoio do governo uruguaio, através do programa de Serviços Globais de Exportação, liderado por Uruguay XXI, nos permitiu estar na vanguarda em tendências arquitetônicas e em capacitação permanente, aspectos fundamentais para nos enfrentar aos mercados estrangeiros.

Também foi de vital importância oferecer serviços de qualidade, com protocolos, manuais e documentos definidos, bem como fazer um seguimento cuidadoso do cliente e de cada projeto.

Tudo isso não teria sido possível sem uma equipe multidisciplinar e qualificada. Para sair de forma organizada aos mercados externos priorizamos o capital humano. A formação de equipes nos permitiu delegar de forma inteligente o trabalho, sem nos esquecer de valorizar cada um dos esforços individuais e grupais.

Para ver a apresentação de Estudio ESE clique aqui.

Arq. Sebastián Sanabria / CEO de Estudio ESE

TATÚ ARQUITECTURA

O talento uruguaio destaca no exterior

 

Com seis anos de experiência no mercado, em TATÚ, o nosso estúdio de arquitetura, desenho e construção, ingressamos pela primeira vez no mercado europeu, alcançando um dos marcos traçados no nosso caminho de crescimento.

Isso foi possível graças a um concurso internacional organizado pelo Cabildo de Lanzarote através da plataforma internacional ReThinking! Competitions, que nos permitiu apresentar ideias para o desenho e intervenção arquitetônica de uma antiga central hidráulica em desuso nas Ilhas Canárias para torná-la um centro cultural e artístico.

Com o primeiro prêmio em mãos, que nos permitirá ser protagonistas na construção de Lanzarote Music Factory, nos encontramos no processo de desenvolvimento executivo do projeto, que será construído durante 2019 e representará a nossa primeira obra construída na Europa.

Paralelamente, desenvolvemos o anteprojeto Central Fotovoltaica Balsa de Maneje, encarregado pelo Consórcio da Água de Lanzarote, para o sistema de suporte estrutural de uma planta de recolecção energética de aproximadamente 20.000 metros quadrados a ser construída nos próximos anos.

O desenvolvimento dos nossos projetos em nível internacional está garantido por uma sólida rede de colaboração com os nossos sócios estratégicos localizados na Europa e na América do Sul.

No nosso estúdio, conformado hoje por jovens arquitetos, entendemos que cada trabalho é único e envolve especificidades singulares derivadas de suas necessidades e da sua localização, portanto, abordamos a escala, a funcionalidade, o desenho e a tecnologia como oportunidades de inovação concretando soluções que acompanham uma visão contemporânea.

Nós nos consideramos empreendedores e proativos, e com o objetivo de alcançar os melhores resultados atravessamos um processo de constante atualização que nos permite crescer junto aos nossos clientes, apontando à otimização dos resultados na gestão, no desenvolvimento construtivo e no assessoramento de investimentos. Na atualidade, já desenvolvemos em nível local mais de 40 projetos ligados à vivenda unifamiliar e coletiva, programas comerciais e industriais, entre outros.

Para ver a apresentação de TATÚ arquitectura clique aqui.

Arq. Martín Olivera Garmendia / Sócio - Fundador  de TATÚ arquitectura

TIMB

Alcançar a continuidade com os mercados estrangeiros

 

A TIMB nasce formalmente em 2016, embora suas bases se começaram a gestar perto de 2010, quando coincidimos com Ignacio Fynn e Martín Platero na famosa equação "momento e local". Tivemos a sorte de contar com um período experimental de quase seis anos (durante a nossa formação na Faculdade) para nos conhecer e validar, no que diz respeito à equipe, o que acabaria sendo a TIMB.

Hoje a TIMB conta com duas facetas bem definidas, em nível local nos dedicamos a desenvolver projetos integrais de arquitetura que vão da concepção da ideia até sua materialização, enquanto em nível internacional oferecemos serviços há pouco mais de um ano.

O projeto de internacionalização se tornou em nível interno um departamento que denominamos TIMBworld. No quadro internacional alcançamos desde o primeiro dia uma constância que não é tão simples de encontrar no mercado local. O esquema de trabalho é bastante simples e envolve uma parte produtiva com base em Montevidéu e outra encarregada de conseguir clientes e de auditar, sob o ponto de vista normativo-construtivo, o desenvolvido em Montevidéu.

A TIMBworld começou fornecendo serviços de representação de anteprojetos e na atualidade estamos oferecendo a diferentes clientes um set integral de serviços que vão do processamento de informações e desenvolvimento de documentação de diferente tipo até o próprio desenho de projetos arquitetônicos. Esta última parte é a mais nova e sua consolidação e desenvolvimento são os objetivos mais ambiciosos da TIMBworld.

Para ver a apresentação da TIMB clique aqui.

Arq. Bruno Pedreira / Diretor de TIMB

  • partilhar